sexta-feira, 23 de julho de 2010

#13: Opúsculo (The Harvard Lampoon)

Postado por Luciana Mara às 19:26:00

Sinopse: Opúsculo é uma hilariante paródia do Crepúsculo, de Stephenie Meyer, e conta a história de amor de Belle Goose e o misterioso e brilhante Edwart Mullen, Belle é uma garota pálida e desajeitada que chega a cidade de Switchblade, Oregon, buscando aventura, ou pelo menos um colega de classe imortal. Após testemunhar uma série de eventos estranhos - Edwart deixa suas batatas fritas intocadas no almoço! Edwart a salva de uma bola de neve voadora! - Belle tem uma dramática revelação: Edwart, um geek com interesse zero em garotas, é na verdade um vampiro, pelo qual ela está completamente apaixonada. Surge então o dilema: como ela poderia convencê-lo a mordê-la e assim transformá-la em sua noiva eterna, já que ele parece achar todas as garotas tão repulsivas? Cheio de romance, perigo, insuficiente proteção paternal, arrepiante comportamento de caçador compulsivo e com um baile de formatura de vampiro, Opúsculo é um conto tumultuado sobre uma garota obcecada por vampiros, que busca o amor em todos os lugares errados.

Comentários: ‘Hilariante? Pelo amor de Deus, quem escreveu esta sinopse?’ Foi a primeira coisa que eu pensei quando a roubei do Submarino para colocar aqui.

Este livro conta a história de Belle e Edwart. É uma paródia (nada engraçada) do encontro e início namoro dos personagens da saga Crepúsculo. Há também algumas pitadas dos outros livros da saga, mas nada que me empolgue o suficiente para eu ter guardado na memória.

Esperava rir e me divertir lendo este livro. Ele tenta ser engraçado, mas não é (nem um pouco, diga-se de passagem). Fora uma ou outra alfinetada, achei o livro uma tremenda perda de tempo (e dinheiro).

Nem os nomes dos personagens se mantêm semelhantes para que possamos ligar os dois livros (Crepúsculo e Opúsculo) e acharmos graças das situações nele retratadas. Só achei interessante a crítica de que o Edwart não era vampiro de verdade (o que chego a acreditar algumas vezes, afinal, vampiro purpurinado?)

A única coisa fiel deste livro foi a definição do Edward (Twilight): 'Imagine juntar a ideia de todas as mulheres sobre o que seria um cara gostoso* e fazer uma média disso num único homem. Era ele.' O resto é enrolação.

Não recomendo a leitura nem para aqueles que não gostam da saga original.

Este post é para você, Fê, que me disse que eu só falo bem dos livros. Pode continuar confiando no meu julgamento, viu?! O que é ruim mesmo, eu meto o pau (rs).
*Léo, me perdoa? Não resisti ;)

8 comentários:

Fernanda disse...

A história é assim...a Lu me disse que um dia uma editora iria descobri-la e “dar” os livros pra ela falar bem deles! Assim, ela não precisaria nem comprar!

Nesse momento eu disse que não confiaria mais nela...Vê?? Ela venderia seus comentários só pra ganhar os livros! rsrs

Tudo bem Lu, por enquanto você me provou que nenhuma editora te encontrou ainda (ou pelo menos a Novo Século não! hehe). Continuo acreditando em vc e me baseando em seus comentários para comprar os meus livros! Mas por enquanto....rsrs

Luciana Mara disse...

Mas fala que não seria uma boa?
Ia economizar d+...

Comprei mais 5 só sexta!!!

Tô escrevendo um outro que falo mal de outra editora. Vou fechar outra porta p/ mim :(

ʆɛtíciɑ iɑucɦ รwiԲt disse...

Eu bem que imaginei que esse livro era sem graça- e não é só porque eu odeio sátiras de Twilight, porque eu gostei de "Os vampiros que se Mordam".
Acho que a única coisa válida e engraçada no livro depois da descrição do Edward, foi o nome "Edwart", porque eu odeio quando a dubladora fala "EdwarT" é com "D" o nome dele, poxa ¬¬ rsrs

Bjoos'

plift disse...

Não tenho vontade ler esse livro!
Esse seu post me lembrou o Filme que estava em cartaz no cinema : “Os vampiros que se mordam” (Vi o trailer...)
* O filme não deve ser nada legal!

:D

Anônimo disse...

nao tenho a minima vontade de ler esse livro!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
este "opusculo" é pior do que "os vampiros que se mordam" sinceramente quem escreveu esta droga de opusculo????

Felipe Fagundes disse...

O problema desse livro é que o humor é baseado naquele padrão lá de fora, que a gente não acha a mínima graça. Acredito que se os brasileiros fizessem uma paródia sairia MUITO melhor, até eu compraria.

Nunca li a saga Crepúsculo (e nem quero ler) mas também não leria Opúsculo, nem pagando. Nunca li uma resenha positiva desse treco aí.

Carissinha disse...

Eu sempre tive muita vontade de ler esse livro, mas só leio resenhas negativas.
Tenho a impressão que vou detestar também.

Beijos!!

Fmnsalvado disse...

e alguem me pode informar sobre quem é o autor deste livro?!... Não consigo descobrir!...

Obrigado!

F. S.

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Deixe seu endereço para eu retribuir a visita ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

TOC Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea