segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

#38: Ame o que é seu (Emily Giffin)

Postado por Luciana Mara às 13:18:00
Sinopse: Em 'Ame o que é seu' o leitor encontrará a história de uma mulher (Ellen) dividida entre o amor real e aquele fatídico “ E, se”.

O casamento de Ellen e Andy não parece perfeito, ele é perfeito. São inegáveis a profundidade da devoção mútua e o quanto um esperta o melhor do outro. Mas por obra do destino, certa tarde, Ellen revê Leo pela primeira vez em oito anos. Leo, aquele que partiu seu coração sem se explicar, aquele que ela não conseguiu esquecer.


Quando o reaparecimento dele desperta sentimentos há muito adormecidos, Ellen se põe a questionar se sua vida atual é de fato como ela queria que fosse.

Comentários: Quando comprei este livro quase saí na p#$$@%@ com a Saraiva. O livro não chama Ame o que é seu? Então, eu tinha amado a nécessaire que vinha de brinde com o livro (A-D-O-R-O brindes!!!) e quando recebi o livro, tinham engolido meu ‘presente’.

Entrei no chat, quebrei o p@| e eles me mandaram enviar o livro para a Saraiva e solicitar troca, que em seguida eles me mandariam o livro (de novo) junto da nécessaire. Como tenho pavio curto (quer dizer, não tenho pavio) briguei mais ainda. Resultado: eles me mandaram, em um pacote separado, a coisinha de plástico fininha, vulgo bolsinha mequetrefe. Mas eu comprei e ganhei, era meu direito. Conclusão: Não só ame, mas exija o que é seu!
---------
Enquanto atravessava um cruzamento, Ellen esbarrou nele. Há oito anos não o via e ela ficou desnorteada com o reencontro. A última vez havia sido quando eles terminaram.

Maior ainda foi sua surpresa quando, assim que ela entrou em uma lanchonete para se recuperar, seu telefone tocou. Era ele, Leo, com o mesmo cheiro e a mesma jaqueta de couro. Ele foi seu primeiro grande amor (e obsessão). E isto aconteceu no dia em que Ellen completava 100 dias de casada, com Andy. 

Ellen tinha o casamento perfeito. Seu marido era irmão da sua melhor amiga (Margot), era bonito, carinhoso, atencioso e tinha uma qualidade extra: era rico. Seu único defeito era se esquecer e acabar trocando os nomes das pessoas. Fora isto, tudo era perfeito. Literalmente.

Mas este reencontro não foi o único contato entre Ellen e Leo. Eles continuaram se falando e ele, que escrevia matérias para revistas, arrumou para Ellen, agora uma fotógrafa bem sucedida, uma sessão de fotos imperdível. E ela não perdeu! Arrastou sua irmã Suzanne a tiracolo e foi fazer as fotos. E quem estava lá para fazer a entrevista? Leo.

Neste meio tempo, Andy resolveu pedir demissão e assumir a empresa do pai, em Atlanta. Ellen concordou em acompanhá-lo, mesmo se afastando da cidade que mais amava, Nova York. Esta seria afinal, uma oportunidade de cortar o contato com Leo e manter seu casamento.

E foi na festa de despedida que a revista foi entregue. Andy estava meio chapado, mas o nome de quem escreveu a reportagem não passou em branco para Margot, que estava grávida e não podia beber. O cerco em torno de Ellen e seus encontros clandestinos estava se fechado.

Já em Atlanta, Ellen se sentia inútil e fútil. Então, no chá de bebê de Margot, ela acaba fechando com o Leo mais uma parceria texto/fotografia. Foi quando Margot a flagrou e ouviu sua voz toda derretida no telefone, e a ameaçou: ou Ellen contava sobre o Leo para Andy, ou Margot mesma contava.

Este não é o final. Há mais algumas passagens, outros acontecimentos, mas se eu contar estrago a surpresa. Só sei que fiquei agoniada com o final. Mas fiquei feliz. Pronto, parei de escrever.
---------
Eu já tinha lido O noivo da minha melhor amiga e Something Blue da Emily Giffin, então eu já imaginava o tipo de livro que eu encontraria. Seria uma leitura leve, com algumas passagens de humor e um momento chave de muita indecisão. E acertei. 

Apenas duas coisas me incomodaram:
1)    É Léo ou Leo? Com ou sem acento? Minha irmã disse que eu só reparei nisso porque eu tenho um Léo também.
2)    Queria que a decisão, a escolha final, tivesse sido inteiramente da Ellen, sem interferências.

A história não é extraordinária, inovadora ou totalmente surpreendente, mas foi uma história que me tocou e muito. Várias vezes me coloquei no lugar da Ellen e imaginei o que faria diferente na pele dela. Eu também gostaria de ter tido uma Suzanne em minha vida no momento decisivo.

O título é totalmente sugestivo! E é uma coisa que pretendo tentar adotar na minha vida. Recomendo!



Onde comprar: Saraiva

Ps.: Este é meu livro extra do Desafio de Férias. Ainda estou agarrada com A Batalha do Apocalipse.

13 comentários:

Nanda disse...

Ei Lu,

Não sei pq não me interessei em ler este livro, não sei se é pq sou muito ligada em capas e achei esta tão feia rs, tbm nunca li outros livros da autora.

Gostei da resenha, fiquei curiosa demais para saber o final, será que vai para a lista aiai rsrs

bjoo

P.S: Feliz Natal atrasado pra vc tbm rsrs

Kellen Baesso disse...

Nunca li nada da autora, mas parece um livro bom para sair dos sobrenaturais da vida. Terminei Sussurro e me joguei em O Milagre do Nicholas Sparks que ganhei no Natal. =D
Beijos

Dri disse...

Oi, Lu!

O livro é exatamente isso ai, bem normal...
Gostei mas não tem comparação com O noivo da...
Ellen me irritou diversas vezes. Mas enfim, acabou decidindo pelo o que estava na cara dela há milênios...rs

Beijos!

Entre Fatos & Livros disse...

Hey Lu, vc voltou! =)

Eu olho essa capa e leio o títilo, sempre penso q é auto- ajuda!

kkkkkkkkkkkk
Eu ri com o seu estresse da bolsinha!

Realmente, eles são enrolados demais.
Nunca comprei na Saraiva, mas sempre compro na Submarino e sei como são essas enrolações!

Some mais nãooo!
BjoO

Pri
Entre Fatos & Livros

Lu disse...

oi Lu, adorei a resenha e preciso de spoilers, kkk.

ela fica com o marido? se não nem quero ler, é sinal de que a mulher gostar é de cafajeste mesmo, ¬¬

beijos.^^

Cíntia Mara disse...

Nunca li nada da autora, mas não é por falta de vontade. Já estive come ele nas mãos pra comprar várias e várias vezes.

Que raiva desse negócio com a Saraiva, né? Aff!

Beijos

PS: O negócio que eu escrevi é sobre O.C. mesmo, porque o Adam Brody sai de GG pra fazer OC.

@whosthanny disse...

Ai, adorei a resenha. Esse livro nunca despertou muito meu interesse, mas pela sua resenha é o tipo de leitura que estou precisando, algo normal sem muita complicação.

Também já fiz meus barracos com a Saraiva, adoro!

Beijos :*
Thanny in Wonderland
http://whosthanny.blogspot.com/

Amanda disse...

Oi Lu, primeiro preciso comentar que tb andei estressada com a saraiva (compra on line com eles é terrível). Primeiro que os livros vem dentro da caixa de qualquer jeito, sem o menor cuidado. Eu comprei há algum tempo o livro Jogos Vorazes pra minha prima e o livro veio com a capa toda manchada, sério, não foi nada da entrega, quando mandaram já estava assim. Foi um sufoco pra trocar, demoraram quase um mês...

Mas voltando rsrs...adorei a resenha, nunca tinha me interessado pelo livro não, mas parece legal. Mas ela teve um caso a sério com o Leo??

Bjs

Amanda / Vício em livros

Racky disse...

Amei a sua resenha, e este livro vai para minha lista de compras...

Ah!Tem nova promoção lá no blog, agora você escolhe o livro que quer ganhar( o limite é R$50,00) Se puder, dê uma passadinha por lá...

Isa Pina disse...

Já vi esse livro na livraria, posso saber por que tem tantas versões de capa do mesmo livro?
Enfim, a história parece ser legal, mas não faz exatamente o meu tipo de leitura, e talvez por isso mesmo resolva ler!
Bjs :*
Isa.
~Portal dos livros

lereamar disse...

Oiiiii!!! Já estou te seguindo...
Me matei de rir com a história da bolsinha (mequetrefe), hahaha... Mas tens toda a razão...
Então eu já li Questões do Coração e e gostei, até falei sobre ele lá no blog:
http://lereamar.blogspot.com.br/2011/09/questoes-do-coracao.html

Agora estou lendo esse Ame o que é seu... Na verdade comecei a leitura sabendo que era mais leve e justamente por isso, já que vim de um livro mais denso que foi O Palácio de Inverno (maravilhoso, sem explicação)... Estou gostando mais do que achei que ia gostar, hehe...
Beijãooo flor, vou colocar teu blog lá nos meus favoritos

Luciana Mara disse...

opa... vou lá conhecer seu blog.

O Palácio de Inverno está na minha lista de desejados *.*
kkk... Ame o que é seu te dá raiva em alguns momentos. Mas eu adorei!

Obrigada!!!

Bjins

lereamar disse...

Oiii Lú!!! Terminei Ame o que é seu... Em alguns momentos tive meio que um abuso da Ellen, mas gostei do livro, bastante até, hehe...
O Palácio de Inverno é um livro bem intenso, um pouquinho triste, mas que tem uma história linda, e inesquecível... Beijãooo e boa semana flor!!!

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Deixe seu endereço para eu retribuir a visita ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

TOC Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea