quinta-feira, 18 de agosto de 2011

#73: Questões do Coração (Emily Giffin)

Postado por Luciana Mara às 08:18:00

Informações:
Título: Questões do Coração
Autora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 438

Comentários: Após ler os três livros da autora publicados no Brasil, concluo: a Emily Giffin tem/teve problemas com infidelidade.
---------
Tessa estava em um restaurante jantando com Nick, seu marido, em comemoração ao aniversário de casamento, quando o pager dele tocou. Ele era um excelente e dedicado cirurgião plástico pediátrico, sempre atendendo imediatamente aos chamados do hospital. Tessa, ao contrário do que se esperava, não se sentiu magoada ou desprezada pelo marido neste momento, ela entendia a importância da profissão e admirava o empenho de seu sexy marido. 

Valerie era mãe solteira. Ela conseguiu vencer na vida, ser uma advogada de sucesso e criar Charlie, seu filho de seis anos, sem a ajuda do pai da criança. Seu único amigo era seu irmão gêmeo gay, Jason, que a acusava de ser extremamente orgulhosa. E para contradizer esta afirmação, mesmo com o coração apertado, Valerie deixou Charlie ir à festa na casa de seu amigo de escola, filho de um casal cheio da grana. E foi nesta festa que o acidente aconteceu e Valerie conheceu o Dr. Nick Russo, o cirurgião.

Tessa chegou em casa e dormiu, só acordando quando sentiu Nick deslizando na cama. Conversaram sobre o acidente, sobre os procedimentos realizados naquela noite. Era aniversário de casamento, mas nada demais aconteceu. Não houve troca de presentes, nem mesmo uma noite ardente. Foi o que Tessa contou a sua amiga Cate (que invejava sua família perfeita), por telefone, enquanto cuidava de Frankie e Ruby, seus filhos e de Nick, com 2 e 4 anos, respectivamente. Tessa abandonou a carreira e agora era mãe em tempo integral. 

Valerie, no dia seguinte, queria apenas notícias das próximas cirurgias, da recuperação e dos procedimentos. Tudo feito e explicado pelo Dr. Nick, que a orientou a ir para casa descansar. E quando lá chegou, ela só pensava na sua história com o pai de seu filho, a história sem final feliz, com o pai que não sabia da existência de Charlie.

Tessa passava o tempo conversando com suas amigas April e Cate, encontrava esporadicamente com o marido que amava loucamente e cuidava dos filhos. Todos os problemas de casa eram resolvidos por ela. Sua vida se resumia a isto. 

Valerie cuidava de Charlie e conversava cada vez mais com Nick. Telefonemas, visitas a todo o momento no quarto de hospital e uma ligação afetiva com o garotinho sem pai estava surgindo, mas eles eram só amigos. Nick era casado, tinha filhos e ela tinha consciência disso. Jason lhe dava conselhos. Ela não podia se envolver, se apaixonar.

Tessa sentia o marido estranho, distante. E no dia de Ação de Graças teve um indício de atitudes estranhas de Nick. A mãe de Tessa, que teve um divórcio difícil após descobrir as traições de seu pai, e seu irmão Dex e a esposa Rachel (casal de O noivo da minha melhor amiga), estavam comemorando o feriado na casa de Tessa. Mas Nick não estava, não sua cabeça pelo menos. 

Valerie se envolvia, sem poder. Nick estava sempre ao seu lado. Mas ela poderia destruir uma família? Ela aceitaria aquela situação? O clima entre os dois era de extrema cumplicidade e intimidade. Subia um fogo só de estar um ao lado do outro, mesmo que não fizessem nada.

Mas até quando esta situação persistiria? O que Tessa e Valerie fariam? Descubra lendo Questões do Coração.
---------
O noivo da minha melhor amiga, Ame o que é seu e Questões do Coração falam de infidelidade. Isto me leva a crer que a Emily realmente precisa se tratar (vou falar isto para ela na Bienal XD)!

Entretanto, não se pode negar que a mulher sabe o que diz. Ela foi extremamente inteligente e sensível ao escrever o livro do ponto de vista das duas mulheres (Valerie em 3ª pessoa e Tessa em 1ª pessoa). Assim, mesmo que a tendência tivesse sido eu torcer pela Tessa, a esposa, eu não cheguei a desgostar da Valerie, porque entendia toda a situação e lia sobre como o Nick se comportava com ela. Vale destacar, porém, que entender e aceitar são duas coisas diferentes.

Outra coisa que não se pode negar é que deste livro pode-se extrair belas lições do que não se deve fazer em um relacionamento. É quase um manual às avessas para os Desesperados.com! Tenha baixa-estima, abandone o emprego e não divida as responsabilidades de criação dos filhos com o marido, seja desinteressante e coma igual uma porca, são apenas algumas dicas.

E sobre os homens da história, o que posso dizer é:
a) Nick: não o odiei nem o amei. Ficou neutro para mim, porque quem roubou mesmo a cena foram as mulheres da vida dele e seus dilemas e problemas.
b) Charlie: o garoto é uma graça! Enfrentou com serenidade uma barra pesadíssima. Quero um filho assim!
c) Jason: típico irmão/amigo-gay! Personagem divertido e merecia ter aparecido um pouquinho mais.

E sabe o que foi uma delícia saber? Sobre a Rachel e o Dex e de como eles estão felizes juntos. Me identifiquei demais com o casal (neste livro, claro, e não no outro quando o Dex traí a noiva, Darcy, com a Rachel, melhor amiga dela). Tratar bem, estar sempre em sintonia e continuar de mãos dadas em qualquer lugar, mesmo após tantos anos juntos é ruim? Incomoda? Porque foi isso que a Emily escreveu sobre um relacionamento que lembra muito o meu. ¬¬

Este é aquele tipo de livro que te faz pensar. Que te faz entender que os relacionamentos são complicados e que as Questões do Coração nem sempre são resolvidas satisfatoriamente (principalmente quando envolve três pessoas). 

E, por isto, posso confessar? Eu não gostei do final. Só selecione este parágrafo se quiser spoiler: Eu gostaria que os três terminassem sozinhos. Por mais que a história da Tessa com o Nick seja bonita, eu acredito que se o homem traiu uma vez, trai sempre. Queria que ela tivesse voltado a trabalhar e tivesse dado a volta por cima. O final da Valerie eu achei incompleto. Ela poderia ter conseguido fazer aquela ligação. Pronto! Fim dos spoilers.

Sendo assim, recomendo! 

- 0,2 estrela

Ps.: Será que conseguirei um autógrafo neste livro na Bienal? #torcendo

20 comentários:

Kellen Baesso disse...

Gosto muito da capa e quero muito ler O Noivo da Minha Melhor Amiga. Achei muito legal ela trazer os personagens de lá para esse livro. Nunca li nada da Emily, mas pelo que leio nas resenhas ela escreve muito bem.
Confesso que o fato de não teres gostado do fim me afasta um pouco dele, mas ainda tenho curiosidade de ler.
Beijos, gêmea.

Nanda disse...

Ei Lu,

Sua resenha ficou ótima, ainda não li nenhum da autora vc sabe, vou começar por este em breve. Espero gostar, vou prestar atenção nas "dicas" hauhauhauhau.

O q ela tem contra a andar de mãos dadas? Esta autora tem todo o jeito de chifruda kkkk. Acho que não é um tópico bom para a bienal xD

bjo
Nanda

Vanessa disse...

Hey :D
Ela tem problemas com infidelidade, com certeza UAHSAUHSUHASUA Adorei sua resenha, ficou boa. E meldels, não vá falar essas coisas pra ela na bienal, pelo amor UASHUAHS Eu não sei se tenho tanta vontade de ler esse livro, sei lá. Vou pensar ainda q

Beijos, Vanessa.
This Adorable Thing

mundodaleitura disse...

Hey Lu! Tenho certeza que ela tem problemas sérios com infidelidade. Mas também, sendo psicóloga ela deve ter visto muito isso e ficou traumatizada,uahsaushu!
Concordo com vc em gênero, número e grau, principalmente em relação ao final, que não me deixou satisfeita. Por mais que ela considere infidelidade uma coisa que pode ser superada, para mim quem trai uma vez pode trair de novo.
O mais legal foi saber do Dex e da Rachel, eu estava sentindo falta dos dois e este livro matou minhas saudades!!!

Beijos
Adriana - Mundo da Leitura

Rafaelle Vieira disse...

Oi Lu! Ainda não li nada dessa autora, mas achei o livro muito interessante apesar de não reagir muito bem quando o tema é traição; fico com muita raiva do personagem traídor. kkkkk
Adorei a resenha!
Beijos.

Rafa{Fascinada por Histórias}

Julia G disse...

Eu li os spoiler porque nunca me aguento. E isso normalmente não faz que eu goste mais ou menos dos livros então...
Esse livro não me deixa cheia de curiosidade de ler, mas pode ter certeza de que eu preferiria um final igualzinho o que você deu!

beijos
Conjunto da Obra

Felipe Fagundes disse...

Ai! Quero ler o spoiler mas agora estou com uma ligeira vontade de ler esse livro! É sobre um tema que nunca li, fiquei curioso.

"coma igual uma porca" kkkkkkkk
Seu jeito de escrever é hilário. Todas as suas resenhas despertam risos. Acho que até se vc escrever sobre a peste bubônica (seja lá o quê isso for) o povo cai na gargalhada.

Tenho medo da Emily Giffin, eu hein, mulher estranha. Vou falar isso pra ela na Bienal também kkkk

Dé Lima disse...

Oi Lu!
Eu tive que rir aqui com vc dizendo que a Emily precisa se tratar!rs Mas eu concordo, pelos livros que ela escreve, essa mulher realmente teve algum problema relacionado a traição! E por favor, não fale isso pra ela na Bienal! Corre o risco dela começar a chorar desesperadamente durante os autógrafos.rsrs Eu comprei esse livro e ainda não li, mas devo fazer isso logo. Fiquei feliz de saber que ela fala um pouquinho do que aconteceu com o Dex e a Rachel.
Adorei o blog e já estou seguindo! =)
Beijos!!!

Cíntia Mara disse...

Ótima resenha. Não gostei muito do Noivo (o livro, do filme eu gostei), mas acho que vai ser legal saber mais sobre Rachel e Dex.

Ah, será que eu consigo ler antes da Bienal, pra poder falar alguma coisa pra autora? Pouco provável :/

Bjos

Nina Tavares disse...

Oi Lu!

Outra ótima resenha, hein!
Eu não li esse livro, mas tenho muita curiosidade sobre ele, por ter a questão da traição tratada pelos dois lados: a esposa e a amante. Acho interessante.
Ah, acho que se vc quer um atógrafo da Emily Giffin, melhor não perguntar a ela se tem problemas com infidelidade, kkkk.
(Mas aposto que ela tem!)

B-jusssss! ♥

Nataly Gonçalves disse...

Lu, eu só li um livro dela: O Ame o que é seu e acho que ela deve ter tido muitos problemas de relacionamentos, rs.
Quando eu a li primeira resenha desse livro fiquei decepcionada pq descobri quem era o casal do outro livro. Agora não sei se quero ler, se assisto o filme primeiro...acho que perdeu a graça pra mim.

Vc vai na bienal? Eu gostaria de conhecer vc e a Nanda. Vou ficar no Rio dia 02 a 06. E provavelmente vou está na fila dessa autora para pegar autografo.

Beijinhos

Cacá SS disse...

Oi Lu,
Esse é o único livro que a Emily escreveu que eu ainda não li e, pensando bem, realmente, quase todos falam de infidelidade. Acho que o único que o tema é outro é o Baby Proof. O Something Blue não é exatamente sobre infidelidade, mas é a sequencia do Noivo da Minha Melhor Amiga, então, acaba mostrando as consequências...
E eu dava tudo para ver você falar para a autora que ela precisa se tratar! hahaha
Beijos

Aline disse...

Sabe esse é um livro que eu tenho muita vontade mesmo de ler. Como pude perceber todos os livros dela falam de infidelidade... e de certa forma isso meche muito com as pessoas né?
Bjs

Caline disse...

Oi Lu tomara que você consiga uma autógrafo na Bienal. Eu tô com esse livro na estante, mas ainda não tive ãnimo para ler. Adorei O noivo da minha melhor amiga e será legal ver o casal Rachel e Dex nesse livro, os dois são muito fofos.

Xero.
Caline

Cíntia Mara de Castro Ribeiro disse...

Pronto, já posso comentar decentemente - pena que no encontro não vamos poder falar spoiler, porque esse livro daria um bom debate.

SPOILER





Gostei mais do que esperava. Eu imaginava que o Nick teria um caso com a Valerie, não uma noite. Não que o tamanho do erro faça diferença para a mulher traída, mas passei a desgostar menos dele depois que voltou pra casa e demonstrou estar arrependido. Por isso que eu gostei do final.

Eu não tenho nenhuma experiência própria com isso, mas acho que todos estão sujeitos a errar, independente de já terem errado antes ou não. Apesar de achar meio forçada, a "história de infidelidade" na família da Tessa meio que mostrou isso. Acho que ela teria traído o Ryan se tivesse mais tempo pra pensar antes de cancelar o casamento ou se não tivesse visto o irmão fazer isso. Aliás, achei meio hipócritas alguns comentários do Dex. "Eu fiz isso, mas Rachel era a pessoa certa; Se Nick fizer, eu quero quebrar a cara dele". Ninguém se casa achando que está com a pessoa errada ou tem uma visão antecipada de que A ou B será a pessoa certa pelo resto da vida. Os relacionamentos são construídos, você se torna o certo para o outro à medida em que convivem e tomam decisões que vão fortalecer o relacionamento (uau! Falou a entendida!).

Acho que poderia ter tido um epílogo, mostrando a Tessa tentando trabalhar o que deu errado antes, o Nick reconquistando-a aos poucos e a Valerie livre do peso de ter um filho que nem sabe quem é o pai.




FIM DO SPOILER

Eu daria 4,25 se o Skoob deixasse. Mas vou arredondar e ficar com 4 mesmo.

Luciana Mara disse...

Comentários do SPOILER

Ai, eu queria saber perdoar assim...kkkAcho que o cara iria trair mais.

E gastou, hein doidinha?! Daqui a pouco pode escrever um livro sobre relacionamentos...

Eu tb acho que poderia ter tido um epílogo.
Eu queria que a Tessa reagisse, voltasse a ter luz própria.

O final daria mesmo um ótimo debate.
Pena que temos que ficar de boca fechada :-/

Cíntia Mara de Castro Ribeiro disse...

Em matéria de relacionamentos, eu sou uma ótima observadora. Já tive tanta aula teórica, só tá faltando o laboratório =P
Pra mim, o Dex tem mais chances de trair novamente que o Nick.

Daniela_marjorie disse...

Puxa vida, até que enfim achei alguém com a opinião igual a minha, eu também acho que todos deveriam terminar sozinhos, traição pra mim é uma coisa dificil de aceitar e principalmente quando ela é não só física mais sentimental também, pois o Nick se apaixonou de verdade pela Valerie e o pior pra mim, foi ler o que ele diz pra ela quando termina o relacionamento e o que diz pra Tessa quando quer voltar. Sabe, na minha opinião deixa bem claro que ele só quer voltar pra ela pelas aparências, que não gosta mais dela, e pra mim ela foi uma idiota de aceitar... Ela tinha que ter voltado a trabalhar e dar a volta por cima, Valerie tinha que tentar encontrar o verdadeiro pai do filho dela e por mais que eu tente entender o lado dela, não consigo ver de forma feliz as atitudes dela também, por mais q o nick tenha sido gentil e dado em cima dela, ela deu abertura mesmo sabendo que ele era casado, isso pra mim é imperdoável também. E Nick acho q deveria sofrer o resto da vida, sabendo o que fez com sua familia. Essa é minha opinião... Eu não li o livro "O Noivo da Minha Melhor Amiga!, mas assisti o filme, e nele me deu a entender que a Rachel já gostava do Dex bem antes da Darcy aparecer, sem contar que a Darcy traia o Dex, então não posso opinar bem, mas uma frase dele nesse livro me deixou pensar, ele disse que não trairia a Rachel porque a ama, por mais que ele tenha feito isso com a Darcy, e eu realmente acredito nisso, quem ama de verdade não trai, e por mais que o relacionamento esteja difícil, se há amor, o casal senta pra conversar e tenta resolver tudo.

ler e amar disse...

Oiiieee... Acho realmente que a Emily Giffin tem problemas com a questão da infidelidade, hehehe... No Questões do Coração achei o Nick meio covarde, fiquei com pena da Valerie, mas a coitada da Tessa também não teve culpa da escolha do marido...
Nesse Ame o que é seu estou meio abusada da Ellen, afinal como ela quer que o marido simplesmente aceite as coisas??? Mas me abusei da cara da Margot também, que é meio controladorazinha né?? Quando terminar de ler, posto minha conclusão, rsss... Beijãooo flor e bom finde

Carlanog disse...

CONCORDO com você sobre o final! Também não gostei do final...

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Deixe seu endereço para eu retribuir a visita ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

TOC Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea