terça-feira, 11 de outubro de 2011

#80: Garoto Encontra Garota (Meg Cabot)

Postado por Luciana Mara às 13:24:00

Informações:
Título: Garoto Encontra Garota
Autora: Meg Cabot
Editora: Record
Número de páginas: 400

Comentários: Como já disse n vezes, os livros da Meg são diversão garantida. São leituras leves, para aliviar a cabeça. São aqueles tipos de histórias ideais para se mergulhar entre leituras mais densas. Eu mergulhei desta vez até quase afogar. Conheça Garoto encontra Garota, o segundo volume da série 'boys'.
---------
Kate Mackenzie é assistente da diretora de RH, Amy Jenkins, popularmente conhecida como TPM, Tirana, Perversa e Maldosa. Elas trabalham no mesmo jornal que Melissa Fuller, a protagonista do livro anterior (O Garoto da Casa ao Lado).

A vida de Kate não poderia estar pior. Ela acabou o namoro de 10 anos com um aspirante a músico, Dale, com quem dividia o apartamento e está vivendo temporariamente no apartamento de Jen, sua melhor amiga, que está tentando engravidar (imaginem a situação). Ela está procurando outro lugar para morar, mas com o salário que recebe e os muquifos que encontra, está bem difícil.

Além disso, a TPM mandou que ela demitisse Ida Lopez, uma das funcionárias mais queridas do jornal. Ida era a responsável pelo carrinho de doces e tinha um temperamento forte. A senhora se negou a deixar que o consultor jurídico do jornal, Stuart Hetzorg, repetisse a sobremesa, enfurecendo-o e também a sua noiva, que adivinhem que era? A TPM, claro, que por isto queria a cabeça da pobre senhora.

O resultado disso foi a revolta dos jornalistas (inclusive os personagens da história anterior) e da senhora Lopez, que se sentindo injustiçada pela demissão, processou o jornal. E sobrou para Kate dar o depoimento sobre o caso, com ordens da senhorita TPM de defender o jornal a qualquer custo (o problema é que era visível que Kate estava do lado da doceira).

Foi então que ela conheceu o advogado Mitch Hertzog, irmão do noivo da TPM. Por estar diretamente envolvido, Stuart não poderia defender o jornal, indicando o irmão para substituí-lo. Os dois não poderiam ser mais diferentes, para a felicidade de Kate (e da nossa, momento piriguetagem). 

Assim, Kate e Mitch foram ‘obrigados’ a conversar e acabaram descobrindo um pouquinho a mais um do outro. Será que esta relação se restringiria ao âmbito profissional? E a TPM, conseguiria cumprir seu objetivo de mandar a senhora Lopez pastar? Como as pessoas do jornal ficariam sem todas aquelas calorias???

Descubra estes desfechos e como o processo acabou em Garoto encontra Garota.
---------
Acho que seria muito mais fácil dar um ctrl+C, ctrl+V no texto anterior, porque os elogios e críticas são os mesmos já feitos.  

Que o livro é uma delícia, de leitura ultra rápida, isto não é novidade. Assim como a anterior, esta história também é contado por e-mails, memorandos e uma invenção: desabafos de Kate em qualquer papel que encontrasse (cartilhas, cardápios), um recurso novo que não me agradou muito (achei que as páginas ficaram poluídas).

Acho que mais que o casal principal (que é super fofo), o ponto alto da história são os e-mails trocados entre os membros da família Hertzog. Os irmãos se alfinetam, a mãe entra no meio tentando se comunicar com o pai que está sumido no mundo só jogando golfe após um ataque cardíaco, as irmãs Sean (a problemática) e Stacy (irmã de Mitch, e cunhada de John Trent – do volume 1) também entram na roda. Tive cólicas de riso ao ler todas aquelas farpas. Sem dúvidas, a Stacy é minha personagem preferida da série.

Uma outra coisa que me irritou e que esqueci de mencionar na resenha anterior foi o fato do campo com o nome do assuntos dos e-mails enviados em resposta mudarem. Os assuntos são sempre o início do e-mail dando continuidade ao que os personagens relatam no corpo do texto, e não um título propriamente dito.

As características dos personagens são bem parecidas com o de O Garoto da Casa ao Lado. Como por exemplo, tem um mocinho cheio da grana que fica longe de ostentar tudo que tem, tem uma mocinha com problemas amorosos, do interior e que se mete numa tremenda enrascada e uma amiga noiva/casada com relacionamento perfeito e totalmente invejável.

Assim, mesmo o livro sendo uma delícia, o simples fato dele me proporcionar uma espécie de déjà vu leiturístico fez com que eu tirasse o 0,2 que dei a mais do volume 1 (as notas foram estrategicamente pensadas =P).

14 comentários:

nandaassisbh disse...

Ei Lu,

Ah eu queroooo esta trilogia, preciso diminuir a minha lista quilométrica para poder comprar os antigos. Ano passado as editoras lançaram quase nada em dezembro ou janeiro não lembro. Tomara que este ano seja assim, ai não chega nada e eu posso ler os atrasados kkkkkkk

bjos
Nanda

kellenbaesso disse...

Parece tão gostosinho de ler.
Um dia, quem sabe, eu consiga! hehe
Estou curiosa pelos livros da série.
Beijos

Cíntia Mara de Castro Ribeiro disse...

Concordo com tudo, doidinha. Rindo só de lembrar... Você esqueceu de falar que aparece até um aviso de banheiro - e eu chorei de rir com aquela rima ridícula e a reação do pessoal. A primeira conversa deles também é hilária, com aquele negócio do frango ao molho de alho (é isso mesmo, né?). E também achei muito exagero a mulher sair fazendo diário em todos os papéis que vê pela frente.

O "déjà vu leiturístico" deve ter sido pior pra você do que pra mim, já que eu dei um tempo entre as leituras. Ainda bem que o terceiro é diferente.

(Assim que eu li "tirana, perversa e maldosa", descobri que meu cérebro se programou para associar automaticamente a palavra "perverso(a)" ao "rico, bonito e perverso" da Julieta.)

Bjs

Camila Araújo disse...

Ah... Eu adoro a série garotos! E, apesar das páginas ficarem muito cheias, acho interessante a questão dela escrever em todo lugar que dá. Afinal, quem nunca pegou um papel já usado e escreveu algo que precisava? ^^
A TPM é tudo que as garotas dizem dela mesmo! Um porre!

Bjs.

Cacá SS disse...

Ahh... Meg Cabot é puro amor!!!
Já faz um tempinho que li essa série, quando estava descobrindo os livros da Meg, e eles me deram um ânimo tão bom que nem reparei em nenhuma das críticas que você apontou, rs. Só achei tudo lindo, tudo engraçado, tudo divertido ;D
Em resumo, Meg Cabot faz bem!!!
Beijos

Nataly Gonçalves disse...

Ah eu preciso dar mais uma chance para a Meg Cabot...eu gostei da resenha dos dois livros dessa série. Adorei a definição de TPM...acho que nessa época eu fico meia parecida com isso, rs

Beijinhos

Miriam disse...

Ah, concordo totalmente com sua definição de livros da Meg: são pra refrescar a cabeça, e ponto. 
Li um ontem, e terminei sem maiores emoções...

Esta série é muito divertida! O terceiro conseguiu ser mais fofo, na minha opinião.

Beijos!

Fernanda Correa ♥ disse...

Faz tempo que li esse... é o que eu menos gostei da série. Meu preferido é o último! :)

Bjs

Letícia Iauch disse...

Ei Lu!

Nossa, eu achei o resumo desse volume mais interessante que O Garoto da Casa ao Lado ._. Sério, deu mais vontade de ler! Achei que tem mais acontecimentos legais e engraçados, e que os personagens são melhores também!
Enfim, os livros da Meg são isso mesmo, pura diversão \o
E, claro, não posso deixar de lembrar que fico bem parecida com a senhora TPM aí em certas épocas HUSUAHSHUAHUSUHAS

Bjoos'
Lets

isahpina disse...

Ahh, você sempre me faz ter mais vontade ainda de ler coisa da Meg! O problema é que eu estou já cheia de coisas pra ler e o último que li dela, Cabeça de Vento, é (mais) uma série, ou seja, já vou ter que desembolsar algum dinheiro com ela...
Eu nunca tive muita vontade de ler os livros da série "Boys", acho que é porque as capas eram meio chamativas demais e eu achava que não ia gostar muito desse estilo de livro, totalmente contado por emails, cartas e tal... bem, eu já mudei de ideia há algum tempo, pena que eles continuam caro =/.
E NOSSA, que confusão essa ligação do primeiro com o segundo, acho que é porque não li, mas Meu Deus, um é irmão do cunhado do sei lá quem... ahahha, minha cabeça doeu =P.
Bjs,
Isa ~ portal dos livros :)

Luciara disse...

Ainda não li esse livro Lu, ainda bem que tenho ele em casa, acredito qu vou amar, é claro, como sempre amo os livros da Meg.
Só li um da trilogia e foi bem o último, kkkk.

beijos.

Julia G disse...

haha, acho que mesmo que várias coisinhas não tenham agradado, não há como não gostar dos livros da Meg. Adorei a resenha, acho que tenho mais uma série para começar.

Beijos!

Sandra Mendes disse...

Certo, quando eu ganhar na mega sena, eu vou comprar todos os livros da Meg e tirar férias de 2 anos pra lê-los todos. Mais um que vai pra lista. Aff... rs

Beijão!

thanny disse...

Todos os livros da Meg são s2, impossível não amar, queria ter dinheiro para comprar todos HAUHAUAHUHAU Esse eu ainda não li, mas aaacho que tem na biblioteca, então... ;)

Beijos,

http://whosthanny.com

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Deixe seu endereço para eu retribuir a visita ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

TOC Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea