sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

#90: Graceling (Kristin Cashore)

Postado por Luciana Mara às 11:31:00


Informações:
Título: Graceling
Autora: Kristin Cashore
Editora: Rocco
Número de páginas: 496

Comentários:
Algumas vezes faço associações meio estranhas para escolher o livro da vez. Escolhi Graceling assim: falei no post de expectativas literárias de 2012 que estava aguardando o lançamento de A Herança, último livro da série Ciclo da Herança (Eragon, Eldest e Brisingr), que eu achava que o Paolini não fosse terminar neste século.

Então lembrei que os livros da série tinham mapas. Assim, quis ler um que tivesse mapas. Como Guerra dos Tronos era um tijolo e eu estava atrasada na minha meta do ano (ler um por semana) resolvi pegar um mais fininho COM mapa. Assim, li Graceling.
---------
Katsa estava em uma missão enviada pelo Rei (e tio) Randa de Middluns, mas decidiu desviar de sua rota original. Ela, junto de Oll e Gibbon, foram resgatar um velhinho das masmorras do Rei Murgon, de Sunder. Este velhinho era ninguém mais, ninguém menos que o pai do Rei de Lienid, Ror.

Os motivos do sequestro eram uma incógnita, mas o resgate do senhor seria bem sucedido porque estava sendo executado por Katsa, uma Graceling de característica peculiar: ela tinha dom de lutar e matar.

Nos Sete Reinos (Middluns, Estill, Monsea, Sunder, Wester, Nander e Lienid) tinham vários gracelings, de ambos os sexos. Todos eram identificados por olhos de cores diferentes (no caso de Katsa, um verde e o outro azul), mas seus dons variavam entre coisas inúteis e úteis. Katsa, se encaixava no grupo de gracelings úteis do tio. Ele a enviava em missões para castigar aqueles que infringiam sua lei. Ele mandava, Katsa obedecia, simples assim. Proporcionar dor, quebrar um osso ou matar era sua obrigação. Ela era temida por todos que ouviram falar de seu dom extraordinário e sua história percorria todos os reinos. Era uma máquina de morte, não tinha amigos, não era olhada nos olhos.

O já mencionado ‘desvio da rota original’, ou seja, o resgate do bom velhinho (que não é o papai-noel), foi decidido pelo Conselho. Katsa fundou o Conselho para tentar se redimir das coisas que fazia a mando do Rei Randa. O Conselho estava cada vez agregando mais colaboradores em todos os reinos, pessoas que a auxiliariam em suas tarefas contra as injustiças sofridas.

E foi neste resgate que Katsa se confrontou com um rapaz que, sem saber o porquê, resolveu deixar vivo.

Já em Middluns, Katsa deu de cara novamente com aquele rapaz e descobriu que ele era o príncipe Po de Lienid, neto do velhinho sequestrado. Ele a intrigava, ela a olhava nos olhos. Ela descobriu que ele era um graceling com dom de lutar, seu adversário perfeito. Mas mais do que isso, ele tinha o dom de a transformar e mexer com sua cabeça.

E entre estas e outras eles se unem para descobrir quem sequestrou o avô de Po e qual a motivação do crime. Descubra também lendo Graceling.
---------
A história é gostosa, envolvente, instiga o leitor a desvendar os mistérios, mas perdeu uns décimos comigo porque esperava uma história mais ágil. Claro que há ação, mas os momentos passaram muito rápido. Neste tipo de livro, gosto tensão. Este é mais um romance e história de amadurecimento/humanização do que o épico que eu esperava. Mas eu não deixo de recomendá-lo por isso, ok?!

Em relação aos personagens, eu acho que já deu de mocinhas boazinhas, que aceitam tudo caladas, com cara de songa monga. A ordem agora é ser como a Katsa, determinada e de personalidade forte. Katsa passa por maus bocados, mas ela é tão forte que não há porque temer por ela. Katsa poderia ser prima da Katniss! O Po é um mocinho para ninguém botar defeito. É doce, carinho e presente. Os dois já me cativaram.

Outros dois personagens que não citei, o Raffin, o primo da Katsa e filho do rei, que é um espécie de cientista louco e a princesa Bitterblue (sem mais detalhes para não estragar a história) também me conquistaram.

As cenas de ação e o ambiente são bem descritos, o que proporciona uma boa visualização da história. Eu não sou fã de livros que viram filmes, mas queria ver um longa de Graceling.

Uma coisa não se pode negar: as capas dos livros da Rocco são bem produzidas (também, pelo dinheiro que se paga por estes livros...). O problema é que, no decorrer da leitura, eu começo a ficar agoniada com o estado que o livro ficará após terminá-lo. Assim como meu HP5, os escritos dourados da capa quase se foram (mas o pior ainda é 3MAC que a capa descolou).

E, como tudo que é bom tem que continuar, este livro é o primeiro de uma série. Já adianto que os livros são independentes (apesar de eu achar que há brecha para uma continuação desta história). Fire, o volume 2 (ainda não lançado no Brasil), se passa 30 anos antes dos acontecimentos de Graceling. Bitterblue, volume 3, que será lançado no exterior em maio, conta a história de Bitterblue aos 16 anos, ou seja, após o ocorrido em Graceling e nele aparecem os personagens desta história (confesso estar mais ansiosa para o 3 do que para o 2, mas só Deus e a Rocco sabem quando será lançado aqui).

Pela minha fixação por mapas e andanças dos personagens, percebi que boa parte dos sete reinos não foram exploradas neste primeiro livro. Espero que isso ocorra nos demais (confesso que adoro ficar indo e voltando no mapa para lembrar todos os caminhos que os personagens percorreram).

E quando terminei Graceling, sabe o que aconteceu? Eu fiquei desesperada para ler A Guerra dos Tronos. Eu queria ler um épico com muita ação (é o que dizem)! Mas já adiantando sobre as minhas próximas leituras, acabei pegando O céu está em todo lugar (muito fofo - escrevo em breve) por causa do Clube das Chocólatras (24/01). Então, quis ler algo no mesmo estilo, então peguei Um dia (que meu chefe me emprestou. Estou gostando, vou ter que comprar). Só Deus sabe quando será a vez de A Guerra dos Tronos de novo.

O livro é muito bom, mas bateu na trave e perdeu uns décimos!
+0,3

31 comentários:

Bruna M. Silva disse...

Ei Luh, adorei a resenha! Ahhh então esse não é o épico de tirar folego, uma peninha, mas mesmo assim eu fiquei curiosa viu!!!

Ahhh também estou no Um dia... e quem sabe "um dia" eu leio Guerra dos Tronos hahaha..

Beeeijoss

Letícia Iauch disse...

Ei Lu!

Como sempre, ótima resenha :D
Então, é o seguinte... eu não consigo ler livros épicos. Quer dizer, consigo, mas eu demoro. O problema, é que eu no final eu acabo ADORANDO o livro. 
Sou louca pra ler A Guerra dos Tronos também, e Graceling me deixou curiosa. Esse ano prometi que iria terminar SDA e eu VOU u.u Meu irmão (que é fã desse tipo de livro) vai comprar Guerra dos Tronos e eu lerei também u.u
Essa coisa de tender a demorar para acontecer as coisas desses livros épicos...é isso que me incomoda :/
Putz, odeio quando essas letrinhas douradas saem! Eu acabei com o tírulo de O Último Olimpiano (que nem era meu, era do meu irmão :-#) e quase se vai as letras de O Herói Perdido também D:

Bjoos'
Lets (eu e meus comentários gigantes kkkkkkkk)

nandaassisbh disse...

Ei Lu,

Ahhhh eu amei, não senti falta de ação não, talvez porque estivesse mais preocupada com a relação entre os protagonistas rsrs. 

4 + 0,3??? Coisa mais de estatístico hehe

bjos

Rafaelle Vieira disse...

Oi Lu! Eu adoro livros de aventura ainda mais quando tem um romance no meio; ainda não conhecia esse livro e agora estou com muita vontade de ler. Já coloquei na minha lista de 2012. Adorei a resenha.
 Beijos.

Rafa{Fascinada por histórias}

LucianaMara disse...

Eu queria romance, mas queria ainda mais sangue... kkk

Tem toda uma teoria para  nota picada.
É a seguinte: eu não acho justo dar 5 porque esperava mais e não acho justo dar 4 porque eu gostei bastante.
O lógico seria dar 4,5, mas se eu pensar que no skoob, por exemplo, só tem nota inteira, então 4,5 seria arredondado para 5.
Como eu gostei, gostei, mas não amei, amei acho que a nota está mais para 4 do que pra 5, então dei 0,3.
Nem viajo... rs

LucianaMara disse...

Lets!

Eu AMO épicos!!!
A trilogia do Rei Arthur do Cornwell está entre as minhas favoritas.
Alguns são mais difíceis de ler mesmo. Lembro como achei SdA excessivamente descritivo, mas li e acabei gostando (mas ainda sou mais os filmes).

Os meus do Percy também estão com as letras douradas saindo. Tenho até medo de mexer

bjins

ps.: adoro comentários gigantes ;)

LucianaMara disse...

O romance é bem fofo, mas eu esperava ficar mais apreensiva durante a leitura, sabe?!

Está gostando? Eu estou em 1993. Tenho vontade de bater no fanfarrão do Dex!

Bjins

LucianaMara disse...

Leia mesmo! 
O mocinho é fofo, daqueles que enche os olhos.

Bjins

Felipe Fagundes disse...

Graceling! *-*

A minha nota foi um 4 redondo mesmo. Gostei muito do livro mas, novamente, foi um terror pra mim as cenas da Katsa perdida-no-meio-do-nada-vagando. Odeio essas cenas. Gosto de lutas, diálogos, alfinetadas, desafios! Uma das minhas cenas favoritas foi a do jantar do Randa e aquela quando a Katsa entra na sala do rei com várias armas apontadas pra ela.

Outra coisa que acho que o livro pecou foi no final. Eu gostei, muito, mas foi tudo tão rápido e banal. Eu estava esperando uma batalha épica e coisa e tal mas não durou mais que 5 minutos.

Quero muito ler a série. Em Fire o Rei Leck aparece!

PS: Só mais uma coisa, achei o nome dos reinos tão fracos...

Felipe Fagundes disse...

Ah, sobre a capa. Eu li o o livro por um BookTour do Literalmente Falando e na capa já não tinha mais título. A Rocco cobra CARO mas está oferecendo livros que vão despencando com o tempo. Tem que ver isso aí ¬¬'

Luciana Mara disse...

Eu também acho que pecou no final.
5 minutos? 5 segundo e tava tudo resolvido.

Eu queria que elas tivessem sido vistas quando desceram das montanhas geladas, queria que tivesse tido ataque no navio e queria que tivesse rolado um baita confronto no final.

Ah é? Não sabia... 

ps.: Eu também os achei estranhos e difíceis de memorizar.

Luciana Mara disse...

Nem me fala! Comprei pq consegui um desconto nas Americanas. A Rocco enfia a faca nos nossos olhos e roda.

Tanto na lateral quanto na capa já estão horríveis. Fica até feio aquele troço manchado. Dá vontade de arrancar tudo XD

Yago Dalben disse...

Ei,

Muito boa a resenha. Ah, quando se pega um livro com uma capa dessas e uma sinopse assim, realmente se espera algo com muita ação.  "Acho que já deu de mocinhas boazinhas, que aceitam tudo caladas, com cara de songa monga" Eu ri kkk Mas também acho que já deu .-. 

Nem me fala. A Rocco cobra muito caro mesmo! Sem contar que vários de seus livros possuem folhas brancas - não gosto muito dessas folhas :s 

Abraços,
Yago. 

Luciara disse...

ei Lu,
esse livro parece ser bem legal mesmo, ainda vou pegá-lo emprestado com a Nanda para ler. Adoro livros nesse estilo e sua resenha está bem legal, querida.
Aceito de presente, caso você queira me dar, hauahaua.
beijos.

Cíntia Mara de Castro Ribeiro disse...

Vou te dar um atlas de presente no seu aniversário =P Eu gosto de livros que tenham qualquer coisa além do texto. Acho que enriquece muito a leitura.

Quero ler Graceling, mas não é uma vontade louca e urgente. Quem sabe, quando os outros forem lançados não apareça alguma promoção interessante?! Parece ser bem legal, mesmo.

Cíntia Mara de Castro Ribeiro disse...

Acho que eu dou sorte, tenho os três de JV e dois da Plum, e não tive nenhum problema com isso.

Luciana Mara disse...

Mas eles têm aquele dourado tipo gliter?

Dei foi mto azar no meu 3MAC.
Pelo menos os da Irmandade das Calças Viajantes estão inteiros.

Cíntia Mara de Castro Ribeiro disse...

Têm não. O problema é só com o glitter, né? Os meus das calças são em inglês.

thanny disse...

Vou não começou As Crônicas de Gelo e Fogo porque os livros são enormes e lê esse com quase 500 páginas! HAUAHUAHUAH Nunca li nenhum livro épico e essa sua resenha me deixou foi com vontade de ler mesmo a Guerra dos Tronos, pelo fato de ter mais ação. Livros que exigem leitura lenta ou são parados demais me fazem dormir enquanto leio, então melhor não arriscar, apesar de só ouvir comentários positivos sobre Graceling. Quem sabe futuramente, né?

Beijos,
whosthanny.com

Carolina Amaro disse...

Oi Lú, também gosto de livros com mapas. Achei esse bem interessante, vou pensar em colocá-lo na lista.
Guerra dos Tronos eu tenho e é meta para esse ano, mas vai ser empurrado um pouquinho porque com certeza ele vai levar um tempinho para ler e pode atrapalhar as metas do ano...
Bjocas

Hérida Ruyz disse...

Oi Lu!
Não brinca que vc achou falta de ação? rsrs Eua amei esse livro, é um de meus preferidos!
Ah...adorei a história do livro com mapas. rsrs  Vc tem que ler A Guerra dos Tronos, é tão bom!!
Bjs

Julia G disse...

Ai, ai, li a resenha sexta-feira e não consegui comentar ;\ Sou bem interessada na história desse livro, mas também jurava que era totalmente épico. Mas, pelo menos assim, quando for ler já estou ciente.
Ah, e ótimo jeito de fazer a escolha dos livros, né? uHAUhauiHAu

Beijos

Luciana Mara disse...

Eu achei fofo, mas espera muito mais surpresas.
Eu só me surpreendi com o dom e com finalzinho do Po, de resto...

Vou ler em breve *.*

Luciana Mara disse...

Nãooooo!!!
Geografia de verdade só na sua promoção.

Da Rocco? Pode ser...

Vanessa disse...

Hey (:

Eu não sei se quero ou não ler esse livro UAHSUAHS Adorei sua resenha, parece ser bom, vou tentar dar uma chance, quem sabe eu goste (: Uh, complicado mesmo esse lance de como vai ficar o livro depois da leitura. Os meus do HP também estão bem tensos, por mais que eu cuide muito bem deles <3

Beijos, Vanessa.This Adorable Thing

Nataly Gonçalves disse...

Essa história parece ser um estilo que eu gosto. Eu tb adoro os mapinhas que vem nas históriase eu fico procurando cada cidade citada e fico brava quando eu não acho ou não tem no mapa.Eu tb tenho minhas manias para escolher os livros que eu quero ler, acho que nós somos doidas heheheTb cansei de personagem songa-monga que aceita tudo e fica calada. Ah agora que vc falou da capa dos Harry Potter é verdade, o dourado do meu se foi na primeira leitura.
Beijinhos

Caline disse...

Oi Lu eu tambem faco associacoes estranhas nao so com livros, mas com tantas outras coisas, me namorado me chama de hiperlink, rsrsrsrs.
Quanto ao livro estou dando uma pausa nas serie, tem que ter muita paciencia pra esperar as editoras lancarem todos os livros ainda temos que contar com a imprevisibilidade dos escritores que mutes vezes resolvem acrescentar mais livros a serie ja bastante longa.

Quer dizer que voce gostou de Um Dia??? Pois estou na minoria que nao simpatizou com a historia de Em e Dex. Quero ver sua resenha.

Beijos, Caline
Mundo de Papel

Adriana Goettems disse...

Oi Lu!
Nossa, eu AMEI esse livro, o Po me conquistou totalmente, hehehe!
Vou sentir falta dos protagonistas no próximo volume!!!
Nem me fale nas capas da Rocco, tenho um sério problema com elas, todas acabam descascando e/ou quebrando na lombada =( Fico muito revoltada porque pago super caro nos livros deles!!!

Beijos
Adriana - Mundo da Leitura

kellenbaesso disse...

Oi, Lu. Não é meu estilo de leitura favorito, mas gosto. Apesar disso, não tenho tanta vontade de ler, mesmo gostando muito da resenha e tudo. 
Nem me fale em Guerra dos Tronos, os três tijolos estão lá em casa me esperando, por enquanto eu só olho para eles. hahaha
Beijos

Fernanda disse...

Sou nova aqui no blog e estou adorando tudo! Você escreve muito bem, parabéns! Também tenho um Harry Potter que sofreu com a minha ansiedade e mãos suadas após horas o segurando (HP6 no meu caso). Por isso resolvi escrever e passar uma ótima dica adiante - Papel Contact - O salvador das letras metalizadas. É um pouco caro, e o processo requer um pouco de paciência, mas compensa. Super preserva o livro e ele fica lindo pra sempre *-*.  

Luciana Mara disse...

Ei Fernanda!

Obrigada e seja bem-vinda!
Rocco é f#$&!

Eu passei contact no meus Senhor dos Anéis (que nem é da Rocco), mas demoro meio século para conseguir passar sem deixar aquelas malditas bolhas...

Bjins

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Deixe seu endereço para eu retribuir a visita ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

TOC Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea