terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

#92: Um dia (David Nicholls)

Postado por Luciana Mara às 21:02:00

Informações:
Título: Um dia
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 416

Comentários: Um dia eu disse que leria Um Dia. Meu chefe ouviu, leu o exemplar que ele ganhou de amigo oculto e me emprestou em seguida.

Resultado: não lerei o exemplar que vou comprar para a minha coleção (assim como aconteceu com meu O Caçador de Pipas que li emprestado, gostei, comprei e ainda nem tirei do saquinho). A vantagem é que vou poder esperar e comprar Um dia com a capa do filme em promoção, quando Deus, a Saraiva, Submarino, Americanas ou Fnac quiserem.
---------
Era 15 de julho de 1988 (eu tinha 1 ano e 11 meses o.O). Dexter Mayhew e Emma Morley tinham acabado de se formar na faculdade e discutiam na cama quais os próximos passos, qual o rumo dar à vida.

Dex era um conquistador, destemido, popular, aventureiro e bem de vida. Ele queria só divertir, viajar pelo mundo e ser famoso.

Emma era ativista, tinha cabelos manchados, um corte que ela mesma fez e óculos horríveis. Ela era mais pé no chão, tinha planos imediatos, mas poucas oportunidades.

O que se sabia daquele primeiro contato era que Em sempre foi apaixonada por Dex, enquanto ele a via só como mais uma.

Era isso que ele esperava, mas não foi o que aconteceu. Inexplicavelmente eles se tornaram amigos. Onde quer que estivessem, se comunicavam. Cartas longas por parte de Em e cartões postais escritos apressadamente por Dex, telefonemas e visitas.

Sempre 15 de julho, aniversário do momento em que eles se conheceram. A vida corre, eles se modificam, crescem (ou não), namoram outras pessoas, terminam, começam a trabalhar. Tudo acontece, mas só sabemos em tempo real o que eles fazem nos dias 15 de julho durante 20 anos. 

Somos apresentados à fama, drogas, bebidas, desesperança, amores, desilusões, sucesso, perdas e fracassos deste casal (?). Conheça as histórias de Em e Dex lendo Um Dia.
---------
Eu gostei bastante do livro. Histórias que mudam de cenários e de coadjuvantes a todo instante me intrigam e me fazem devorá-lo. Fico ansiosa para descobrir em qual nova situação os protagonistas se encontrarão (outro exemplo de história assim: Travessuras da menina má que super recomendo).

Gostei da forma com que a história foi contada. Narrar apenas um dia por ano foi um recurso diferente e bem interessante. Entretanto, senti que, por isto, vários fatos importantes ficaram de fora e foram apenas rapidamente mencionados, o que em certos momentos gerou uma ligeira frustração.

Aposto que todos acham o Dexter um babaca, um bon vivant, inconsequente. Porém, não acredito que seja totalmente sua culpa. Acredito em crescer e viver com liberdade, mas faz-se necessária uma dose de limites, o que os pais do Dex não impuseram.

Emma em uma boa parte do tempo foi uma idiota apaixonada, acomodada com sua vida difícil. Dex era o ar que ela respirava, mas era este sentimento que a puxava para baixo. Quando ela reagiu, ela e sua profissão me conquistou(aram). Quem é que não gostaria de ir à Paris escrever?

SPOILER: Como já tinha lido em algumas resenhas por aí, sabia que algo aconteceria e já tinha pensado em "n" possibilidades que causariam o impacto relatado. Infelizmente, acabei acertando. Foi triste, meu coração doeu, mas sabia que seria algo tipo Cidade dos Anjos. FIM

Eu achei o final meio corrido. Quando acabou, virei a página esperando algo mais, mas era só aquilo mesmo. SPOILER: Não engoli o novo par do Dex. FIM

O livro é melancólico, te leva a momentos de raiva e indignação. Cumpre bem seu papel, apesar de não ter entrado no meu seleto grupo de favoritos.

Ainda não vi o filme que teve o roteiro adaptado pelo próprio autor, mas o farei em breve.




Recomendo!



16 comentários:

Caline disse...

Oi Lu assim que terminei o livro pensei no filme, quase coloco no meu post mas daria na cara demais e todo mundo ia saber o final do livro.

Esperei muito e não chegou nem perto das minhas expectativas. Fui muito crítica na minha opinião e acho que muita gente me considerou uma doida pq a resenha ficou enorme e no final disse q não tinha gostado da leitura.

Tô louca pra assistir ao filme, algo me diz que vou gostar bem mais.

LucianaMara disse...

Eu gostei. 
Não achei aqueeela Coca-Cola toda, mas a história me envolveu.

Quero muito ver o filme também. 
Daí depois comparamos nossas opiniões.

Bjins

Samantha M. disse...

own!!

morro de vontade de ler esse livro!
parabéns plea resenha!!


Beijos,

Samantha Monteiro
Word in My Bag

Nataly Gonçalves disse...

Eu quero muito ler esse livro!

Mas eu estou achando que coloquei expectativa demais nessa história e no fim posso acabar me decepcionando. Estou achando que vou assistir o filme primeiro e vê se gosto da história.

Beijinhos

Bruna M. Silva disse...

Ei Lu, o livro também não virou meu favorito... mas gostei dessa jogada do autor em usar apenas um dia especifico do ano, claro perde um pouco dos detalhes, mas ficou bem diferente.

Ih, achei o final corrido também... uma pena. Também não me emocionei, e confesso aqui que me emocionei mais no filme...( será que é porque quando você vê alguém chorando, você tende a chorar, tipo aquelas donas de casa que choram vendo novela... haha)

Enfim, ótima resenha!!
Beeijoss

Cíntia Mara de Castro Ribeiro disse...

Quero ler, algum dia (sem trocadilho). Quando minha pilha diminuir, e eu achar num preço bom com a capa do livro. Ultimamente, poucos livros estão despertando o meu desejo de "quero agora mesmo". Graças a Deus, rs. O problema é que eu não vou poder ver o filme tão cedo =/

kellenbaesso disse...

Aiiii, não li os spoilers e isso está me deixando louca, estou quase indo ali ler, mas não posso, não posso...
Ainda bem que meu exemplar lindo com a capa do filme já está lá em casa esperando sua vez de ser lido. *-*
Vou com pouca expectativa para não me decepcionar, mas estou curiosíssima. 
Beijos!

nandaassisbh disse...

Ei Lu,

Eu gostei muito, mas também não entra na minha lista de favoritos. Não gosto do Dex, fiquei com raiva da Emma pela passividade dela o livro todo. Mas eu entendi a proposta do autor e do enredo eu gostei, a narrativa tbm é muito boa. 
No final eu pensei "bem feito" rsrsrs, mas chorei mesmo assim. :P

bjos

Letícia Iauch disse...

Ei Lu!

Bom, eu bem que achei que essa coisa de um dia por ano ia ficar meio estranho pra gente conseguir "gostar" dos personagens e saber cada detalhezinho da vida deles. Acho que isso vai cair melhor no filme do que no livro.
Ainda assim, parece ser uma história apaixonante, dessas de chorar mesmo (que eu amo!).
Lerei um dia - com direito a trocadinhos HAHA

Bjoos'
Lets

Luciara disse...

ei Lu,
eu não li esse livro e to achando que nem vou ler. Você sabe que não curto histórias tristes e esse parece ser bem no estilo, rsrsr.
Quem sabe  UM DIA eu fico animada a ler? rsrs

Fernanda disse...

Oi Lu!

Nào li a resenha porque nào li o livro nem vi o filme. Só passei pra avisar que tem selinho pra você no blog!

Beijos!

Fernanda

natrilhadoslivros.blogspot.com

carissavieira disse...

Em julho de 1988 eu ainda não existia, só no final do ano. comentário desnecessário, mas who cares?

Concordo com você em praticamente tudo. Não acho que o Dex tem culpa de tudo. ele me irritou muito, mas consigo entendê-lo, mesmo sem concordar com ele. E acho que na loucura dele, ele sofreu bastante.

E eu também queria ia a Paris escrever. Que sonho!

Beijos!!

Luciana Mara disse...

Obrigada!

Vou lá conferir! ;)

Rafaelle Vieira disse...

Oi Lu!  Estou pretendo ler esse livro, mas confesso que estou com medo de não gostar, desenvolvi um trauma de histórias melancólicas. O livro com a capa do filme é linda . 
 beijos.

Rafa{Fascinada por Histórias}  

thanny disse...

Apesar desse livro ser o queridinho de muita gente, ele também não entrou pra minha lista de favoritos. O livro é muito bom, mas é isso que você disse, a narração de outros dias, além do dia 15, faz falta e o final... Chorei horrores ;; O filme não conseguiu passar a emoção do livro, ficou bem mais ou menos mesmo. 

Beijos,
whosthanny.com

Vanessa disse...

Hey (:
Eu tava com medo de não gostar desse livro, mas acabei amando tanto <3 Ain, o final é de corta o coração mesmo, chorei. Adorei, adorei a resenha. Preciso comprar um com a capa do filme também, é tãããão linda <3

Beijos, Vanessa.This Adorable Thing

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Deixe seu endereço para eu retribuir a visita ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

TOC Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea