segunda-feira, 30 de abril de 2012

‘Perdoa-me pai, eu me atarefei’ – Abril (2012)

Postado por Luciana Mara às 16:32:00

Casamento em apuros

A história é sempre a mesma.
Você não namora, então perguntam quando você vai arrumar um namorado. Você namora, perguntam quando vai noivar. Você noiva, perguntam quando vai casar. Você casa, daí as pessoas vêm buzinar no seu ouvido querendo saber quando bebês catarrentos vão nascer.

Por enquanto, estou na fase do quando vou casar (aos desinformados, isso ocorrerá daqui 6 meses e alguns dias). Assim que as pessoas descobrem que estou noiva, sou bombardeada de perguntas sobre os preparativos e histórias sobre este dia tão importante. Sabe aquela dúvida: será que caso ou compro uma bicicleta? Então, a dona desta história*, pensando neste dia, deve ter tido vontade de pedalar por aí.

“Finalmente meu grande dia havia chegado. Após 6 anos de términos e voltas, eu me casaria. Planejei tudo nos mínimos detalhes, mas o Santo dos Casamentos Meticulosamente Perfeitos estava de folga. Não acendo mais velas para ele.

Tudo começou após a ida na piscina no meu dia da noiva, em um dos melhores hotéis da cidade. Lá estava eu, tomando meu banho de sol, preparando aquela marquinha surpresa para meu em brevíssimo marido, quando fiquei sabendo que estava na hora da minha relaxante massagem. Era só vestir o roupão, atravessar o saguão do hotel e subir. Mas onde estava meu roupão? Levaram meu roupão! Você pode pensar que era simples resolver isto, que bastava eu ligar do celular para a recepção do hotel, já que não havia nenhum funcionário perto da piscina, mas eu tinha deixado o celular no quarto! Assim, só me restou a pior alternativa: atravessar o lobby de biquíni. Pelo menos o biquíni era novo.

E a hora da massagem havia chegado, mas a massagista não! Desde este momento eu deveria suspeitar que havia algo estranho neste dia. Era o dia do Murphy, não do meu casamento!

Massagem feita, banho tomado, era o momento de começar a maquiagem. Eu esperei, esperei, esperei. Esperei um pouco mais e nada. E quando liguei para o pessoal que organiza o dia da noiva, eles me pediram para esperar. O maquiador e cabeleireiro estavam arrumando outras duas noivas. Dois profissionais para três noivas! E quem dançou nessa? Eu!

Quando eles deram o ar da graça, foram maquiar a minha mãe, que teoricamente, seria o trabalho mais rápido. Quando eles terminaram, eu a olhei. Neste momento pensei que ela faria um ótimo par com o Gasparzinho, o fantasminha camarada. Minha mãe estava com o rosto totalmente branco! Enquanto ficava em choque, os ‘profissionais’(destaque para as aspas) foram correndo atender as outras noivas, sem me maquiar. Meu horário estava apertado, casava às 21h. A igreja que eu escolhi não aceitava atrasos. Você casava na hora, ou não casava. Então, eu mesma maquiei a minha mãe E me maquiei. Mas e o cabelo?

Eram 20:40 quando os ‘profissionais’ chegaram para, no mínimo, darem um jeito no meu cabelo. Pelo menos o penteado estava bonito, estava mesmo até que... a tiara quebrou. Meu arranjo de cabelo quebrou! Respirei fundo, tentei fazer com que todos os remédios homeopáticos que eu tomei fizessem efeito. Ok, eles encaixariam a tiara da melhor forma possível. 

Era só colocar a cauda do vestido e sair. Isso, se tivessem conseguido colocar a cauda. Ela não encaixava no vestido. Ninguém conseguia colocá-la! E os minutos passando. Eu só tinha uma saída: ir sem a cauda mesmo.

Pelo menos tive tempo de colocar alguma coisa velha, alguma coisa nova, alguma coisa emprestada e alguma coisa azul (something old, something new, something borrowed,  something blue**) como manda a tradição.

Presentes da Vida (Something Blue)

Desci e mandei o motorista pisar fundo. Tinha um moço bonitão, lá no altar da igreja me esperando.

Respirei fundo, tentei esquecer tudo de ruim que tinha acontecido e entrei na igreja. A sensação foi ótima. Me emocionei, mas não chorei (obrigada homeopatas!). Não via nada, nem ninguém. Mas ouvi, ou melhor não ouvi. Meu solista mirim não estava lá. Grudei o sorriso no rosto e perguntei no altar ao, em minutos, meu marido o que havia acontecido. Ele me contou entre os dentes que o garoto tinha perdido a voz. 

Do que me lembro, foi uma cerimônia muito bonita. Após o fim, fui cumprimentar todos os convidados na porta. Nisto, o cerimonial ficou encarregado de distribuir as lembrancinhas. E adivinhem o que aconteceu? Eles esqueceram de distribuir! Então, ainda hoje, em todo lugar que vou, distribuo balas de coração. Aceita?

Passado todo o estresse, seria o momento de curtir o maridão naquele mesmo hotel, aproveitar nossa noite de núpcias. Só que bebi tanto para extravasar, que apaguei! Dormi igual uma pedra.

Ok, ok... Teríamos muito tempo para tirar o atrasado, principalmente em nossa lua de mel, que teria início no outro dia. Se o avião não tivesse atrasado, e se eu não tivesse entrado em choque após presenciar um senhor tendo hemorragia no saguão do aeroporto. Tinha uma piscina de sangue no saguão! Meu marido me despertou, me acalmou e fomos ao país de destino. Chegando lá, ficamos esperando o receptivo. E esperamos, esperamos, esperamos e nada! Eles esqueceram da gente! Fomos assaltados pelo taxista que rodou, rodou e rodou e cobrou um absurdo em uma corrida que seria inicialmente de 10 minutos.

Pronto! A zica passou, correto? Não! Fomos jantar e o garçom achou que o troco fosse gorjeta e não dos devolveu o dinheiro. 

Finalizei, acho que vou só! Tirando tudo que foi ruim, foi muito bom.”

Só? Imaginem meus olhos quando ouvi esta história? Então, agora vocês entendem porque estou louca com todos os preparativos para minimizar os problemas, correto?

E sabe todo este universo que existe de diferentes blogs de livros? Existe a mesma diversidade de blogs sobre casamento! E é momentaneamente neste universo que me encontro. São tantos detalhes, que chamo carinhosamente de frescurites, que estou até esquecendo das compras de livros, meu dinheiro estar sendo todo desviado para as contas do casório é só um mero detalhe

Pelo menos esta história foi muito útil. Dela já tirei lições de qual cerimonial e dia da noiva não contratar. Só não sei se a antiga noiva vai gostar muito de saber que, no fim, aproveitei os erros do casamento dela para melhorar o meu.
--------------------
*Sim, todos os desastres são reais. Agora só foram contados por mim com uma ou outra modificação porque a ouvi há vários meses.  
** Presentes da Vida (Something Blue, título original) ganhei em uma gincana no Mundo de Papel.

34 comentários:

Miriam disse...

Nossa Lu, que medo! Pensei que fosse um pesadelo.
É bom se precaver mesmo.

Neste ano eu descobri blogs de culinária e os pessoais.  A internet é INFINITA!

Te desejo muita calma nesses preparativos... 

Beijos!

thiago disse...

Nossa Luciana, imagino como vc ficou ao ouvir está história!

Aline M. Gomes disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Quê isso? Para de ler essas coisas, menina.
Apesar de ter sido, gulp, noiva, não cheguei a planejar o casamento, mas vendo amigas e conhecidas percebo o estresse que é.
Continuo achando que vou fugir pra Las Vegas hehehehe

Escolhe os responsáveis a dedo porque se eles bagunçarem como esses da história você NÃO paga e processa!!! hahahaha

Muita calma nessa hora!!!!

Cíntia Mara disse...

Essa é aquela história que eu perdi porque cheguei tarde num encontro? Acho que Murphy era apaixonado pela noiva. Só isso pra explicar tamanha obsessão com a coitada :S

Camila Araújo disse...

Eita! Coitada dessa noiva!
Mas se preocupa não, Lu. As noivas que eu conheço tiveram casamentos muito bonitos e em que as coisas deram certo. ^^ Com você vai dar tudo certo também.

Livro só de promoção agora, né? =)

Bjs.

Nataly Gonçalves disse...

Nossa Lu...ainda bem que eu nunca tive sonho de casar, só juntar no máximo...pq olha, do jeito que eu sou nervosa é capaz de eu ter um treco no dia do casamento se tudo desse errado hehehe.

Desejo boa sorte nos seus preparativos!!! E na da de Murphy no seu casamento!!!

Beijinhos

Luciana Mara disse...

Exatamente!!!

é o caso da amiga da Nanda.
Eu tb acho.  Espero que ele não simpatize comigo no dia do meu casamento, rs.

Luciana Mara disse...

Oh pior... esta história eu ouvi diretamente da noiva mesmo, rs.

Eu vi uma matéria ontem e é verdade. Existe TPN (Tensão pré-nupcial). A gente pira nos preparativos.
Acho que fugir para LV é bem mais vantajoso mesmo...kkk

É exatamente o que estamos fazendo.
Tudo, tudo tá bem redigido no contrato. O Léo é chato com isso e fiscaliza toda vírgula para estes problemas não acontecerem.

Eu preciso mesmo de calma, rs.

Luciana Mara disse...

Eu viajo nos detalhes, rs.

Obrigada!!!

Luciana Mara disse...

Eu acho que eu vou ter um treco de qualquer jeito, mas tudo bem, rs.

Obrigada!!!

Luciana Mara disse...

Amém, amém, Miloca!

Exatamente!
Agora é torcer para ganhar uns em sorteios, rs.

Bjins

Rafaelle Vieira disse...

Oi Lu!
    Essa história é o pior pesadelo de qualquer noiva, é de dar arrepios! Só faltou chover no dia do casamento. Coitada da pobre noiva :)
   Desejo que tudo de certo nos seus preparativos e que o grande dia seja lindo e do jeito que você sonhou. *_*
   beijos.

Rafa{Fascinada por Histórias}

Luciana Mara disse...

Amém, amém, Rafa!

No meu eu já estou prevendo chuva.
Se não chover, vai ser um bônus, rs.

Obrigada! *.*

Viagem Literária disse...

Ei Lu,

Mandei o link para a Carol e a Sandra, elas vão adorar hahahaha.

Mas amiga, nós que estávamos lá assistindo achamos tudo lindo e perfeito. Pelo menos os convidados não viram nada desta loucura ne. rsrs

Mas o seu vai dar tudo certo!! Tenho certeza, esquenta não. Mas as frescurites não tem como fugir, se precisar de ajuda para algo do momento diva é só falar. =]

beijos

Sandra Marques disse...

Luuuu, rir alto aqui em casa, lembrando dessas cenas... Com muita sensibilidade vc conseguiu transmitir essa história trágica de uma forma engraçada, agitada e linda.....
 Eu acho q tudo é válido, e se o eestresse foi muuito grande, pelo menos nos rendeu grandes momentos de risadas e olhos arregalados tomando chocolate gelado...rsrsrs  Agora, pode ter certeza, os convidados não percebem nada... o casamento foi lindo, emocionante e a noiva "azarada" aí, estava deslumbrante como uma princesa, como toda noiva tem q ficar....
Vc vai ficar lindaaaaaaaaaa noiva...
Mas apenas uma curiosidades??? Já escolheu o penteado? Eu sugiro alguma coisa com os cabelos soltos... vc irá chocar!!!!!!!!
Bjãooooooo

Carol Jorge disse...

Gente!!!! Acreditem e a mais pura verdade, eu sou Carol jorge a noiva.
Luciana, ficou muito bom, não sei como vc, conseguiu gravar detalhes. A gora é tudo tão comico, apesar do momento ter sido tão tragico, o bom é que ninguem na hora sabe dos bastidores. Apesar de tudo, foi tudo muito lindo, ninguem percebeu nada.
Te desejo toda sorte e felicidade do mundo, fica tranquila no final da tudo certo e se alguma coisa sair  fora do controle, vai virar um otimo enredo para uma outra história, como o meu . Fique tranquila e curta cada momento, passa tão rápido. Já vou fazer um ano de casada.
Obrigada!!!!!
Adorei!!!!!
Toda felicidade e sorte do mundo!!!!!
BJS!!!

Aline M. Gomes disse...

Eu estava contando pra uma das meninas que moram comigo sobre essa história e ela querendo saber qual era o livro que eu estava lendo. Eu disse que tinha sido no blog, e ela: Ah, tá, porque eu nunca sei quando tu tá falando de alguém real ou de livros hehehehe.

Bruna M. Silva disse...

Oi Luuuu... nossa ainda bem que é sempre bom aprender com os erros dos outros... mas coitada da moça que passou por isso.... Mas anyway... gosto de pensar que no final tudo da certo, é igual preparativos para formaturas e bláblá... só que com mais detalhes e em cima de uma pessoa só.
hahahaha

Adorei!!

beijos

Luciana Mara disse...

Haha...
Carol, eu tinha feito uma colinha e a história estava guardada. Eu só estava esperando uma oportunidade para escrever sobre.

Tanto que a Sandra e a Nanda nem sabia de nada, né?!
Mas como noiva eu me identifico com você...huauhahua

Obrigada!
E muitas felicidades para você também! 1 ano já o.O
Como o tempo passa rápido.

E obrigada por ceder sua história ;)

Bjins

Luciana Mara disse...

Ei Sandrinha!

Fico feliz que tenha gostado.
O início já estava escrito há tempos, só tive que escrever 2/3 da história.

rsrsrs... Exatamente!!!

*.*
Ainda não e acho que todo mundo ficaria em choque mesmo, rs.

bjins

Luciana Mara disse...

O problema é justamente ser em cima de uma pessoa só...kkk
Pelo menos agora já tenho cerimonial para me ajudar com os detalhes que faltam.
É para deixar qualquer um descabelado, viu?!

Bjins

Luciana Mara disse...

E já até comentara, rs.

Graças a Deus, né?!
Acontece que eu me identifico com a noiva e imagino tudo que ela sentiu na hora. Eu teria casado careca, pq teria me descabelado de tanto nervosismo.

Amém!!!!
Adorei o momento diva, rs.
Obrigada!

Bjins

Luciana Mara disse...

Hahahaha...
Aconteceu tanta coisa que a história nem parece real, né?!
A noiva até comentou no texto, e não me deixa mentir que aquilo tudo aconteceu mesmo, rs.

kellenbaesso disse...

Ai minha nossa senhora dos casamentos! 
Parabéns para a Carol que consegue rir disso hoje, porque eu ficaria completamente histérica e entraria na igreja bicuda e toda inchada de tanto chorar, isso se eu entrasse. hahahaha
É muita maldade de Murphy.
Nós e os blogs sobre casamentos, hahahaha.
Os nossos casórios vão ser lindos e perfeitos, vamos nos divertir muito e aproveitar ao máximo. Já vou acertar um suborno com o Murphy para que ele fique bem longe de nós.
Beijos!!

Luciana Mara disse...

Eu também tiro o chapéu para ela.
Eu ficaria com cara de biscoito Trakinas de tanto chorar.

E a gente descobre cada frescura, né?! Queremos tudo!
Amém!!!
bora dividir este suborno???

Bjins

Mário Diógenes Garrido Eva disse...

Luciana, adorei o post sobre o casório da Carol... eu não pude ver o casamento, diante de um compromisso do grêmio cultural que faço parte, mas lembrei de todos os detalhes quando a Carol nos contou sobre o ocorrido...

Tenha certeza que no seu tudo dará certo! E imprevistos podem acontecer, mas fazem parte de todo o encantamento...

Abraços!

Caline disse...

Tadinha da noiva, me lembrou um pouco aquela que eu te falei do vestido folgado, sapato apertado e tudo mais, mas sem dúvida essa sofreu muito mais.
Imprevisto sempre acontecem mas essa história parece até mentira, ainda bem que no fim tudo deu certo.

Você só teve o livro que ganhou no blog pra mostrar, mas tenho certeza que esse mês fará algumas comprinhas.

Xero
Caline - Mundo de Papel

Marcella Jordanna disse...

Meu Deus! Coitada da noiva, mas não consegui não rir :X E morri de raiva também. Ela que é muito calma, porque do jeito que eu sou, eu tinha feito maior barraco, tinha chorado, gritado... E não, não sou preparada psicologicamente pra isso. 

Sem contar que sou minimalista. Se bobear começo a arrumar o casamento antes de arrumar o noivo.Pelo menos o noivo tava no altar! Pelo menos Murphy deixou isso dar certo \o 

Adorei o post, depois do seu casamento você vai ter que fazer um aqui Lu. Mas estamos torcendo para que tudo dê certo (yn)

Beijocas.

Julia G disse...

AHiuhaiuAHiua
Lu, nem quero imaginar todo trabalho que uma cerimônia dessa dá! Mas, boa sorte! :D

Beijos

Luciana Mara disse...

Ela tava fazendo tratamento homeopático.
Acho que vou começar tb, kkk

Eu também sou assim.
Mas como já arrumei o namorado há 9 anos, não tinha $ para arrumar o casamento desde aquela época, rs.

Pode deixar que vou fazer!
Amém!

Bjins

Luciana Mara disse...

rsrs.
Eu tive que anotar quando ela contou pq eram detalhes demais.

Amém, amém!

Obrigada!
Bjins

Luciana Mara disse...

Eu lembro do caso.
Este é outro exemplo de Murphy agindo nos casamentos.

Só! Fui econômica!
Mas este mês já comprei 2: @ mor e FMF4.

Bjins

Letícia Iauch disse...

Eita Lu!

Olha, eu nunca sonhei em casar, mas juro que se isso acontecesse comigo eu entraria em desespero! Essa noite realmente foi muito corajosa em tentar resolver tudo, porque se fosse eu, cairia em prantos ali mesmo kkkkk
Mas fique tranquila que vai dar tudo certo. Todos nós, seus leitores, estamos torcendo para que no seu casamento seja perfeito e sem imprevistos ;)

Bjoos'
Lets

Cacá SS disse...

Oi Lu, 
Minha mãe e minha tia trabalham com casamentos, então sei cada história... Mas no fim tudo dá certo, é só tomar cuidado para nenhuma criança derrubar arranjo da igreja, o noivo chegar mais atrasado que a noiva ou os convidados derrubarem a mãe da noiva durante a festa... hihi 
Estou na torcida para que no seu casamento não aconteça nada disso! =D 
Beijos 

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário!
Deixe seu endereço para eu retribuir a visita ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

TOC Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea